61 9 81837389 oi.crioula@gmail.com

FAÇA SUA INSCRIÇÃO NO NOSSO CLUBE DE ASSINATURAS DO CATARSE PARA RECEBER RECEITAS AUTORAIS DO NOSSO CARDÁPIO E MUITO MAIS!

Contribuindo a partir de R$9,00 por mês você já colabora para fortalecer nosso projeto. Para saber mais sobre o clube, nossas metas e as recompensas que oferecemos, assista o nosso vídeo de apresentação e acesse nossa página do Catarse.

Ecologia

Desenvolvimento de soluções ecológicas em sistemas alimentares do cultivo ao consumo 

nutrição

Vivências sensoriais para educação alimentar e nutricional individual e coletiva

comunicação

Produção de conteúdos para pessoas e instituições que querem nutrição e consciência

PANC: BIODIVERSIDADE ALIMENTAR E SUAS REPRESENTAÇÕES NO BRASIL

Editorial elaborado para Observatório Brasileiro de Hábitos Alimentares. Ponto de partida para desbravar as contribuições conceituais em torno da discussão de alternativas alimentares para o mundo.

CANTEIRO DE IDEIAS

Sistema alimentar brasileiro durante a ditadura

Por Kellen Vieira No dia 31 de março de 1964 foi o início de um dos piores momentos históricos do Brasil. A ditadura militar brasileira foi uma das ditaduras que durou mais tempo na América Latina, e foi um período de terror, marcado por censura e...

Em panelão de existência | Entrevista com Maria Conceição | Matriarcas #8M

Maria Conceição é uma baiana de nascimento e uma paulista de coração. Aos 60 anos ingressou numa graduação de Gastronomia e reinventou sua trajetória profissional graças a sua proximidade com as receitas antigas de sua mãe. Maria é bacharel em Gastronomia, atua como cozinheira e pesquisadora da cozinha negra e afro-brasileira. Ministra oficinas em quilombos como mediadora e busca recuperar receitas que atuam na reafirmação da memória de seus antepassados, recuperação da autoestima e fortalecimento do protagonismo às diásporas negras na cozinha.

De que mulheres estamos falando? | Entrevista com Maria Noelci | Matriarcas #8M

Em alusão ao Dia Internacional da Mulher, queremos evidenciar histórias de mulheres negras que, ao longo da sua trajetória, lutam pela mitigação das iniquidades adensadas sob o cotidiano da população negra no país. Conversamos com Maria Noelci Homero. ativista pelo direito humano à alimentação adequada e o enfrentamento ao racismo em rede feminista.
Noho, como é conhecida, é bibliotecária, funcionária pública aposentada com militância marcada pelo movimento de mulheres negras desde a década de 80.

TUDO MATO

JARDIM DE APRENDIZAGENS